Entidades lançam projeto que simula missão que desbravou Planalto Central

O Instituto Berço da Cidadania (DF), a Associação de Escoteiros do Mar (DF) e a Casa das Expedições (SP) lançam nesta quinta-feira (19), no auditório Parla Mundi, da LBV, em Brasília, o projeto “Expedição da Cidadania”. A iniciativa vai simular entre adolescentes e jovens de entidade de acolhimento e Escoteiros do Mar Tradicional de quatro estados – Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo – a Missão Cruls, que no século XVII desbravou o Planalto Central.

O projeto terá início em fevereiro, com envio de carta convite aos participantes, nos moldes do que foi realizado na época da missão original. As atividades de campo da Expedição da Cidadania ocorrem em data simbólica, entre 19 e 22 de abril, período em que se comemoram os aniversários de Brasília e do descobrimento do Brasil.

Simulando o que ocorreu no início do Brasil República, será realizado um acampamento volante que passará por Planaltina, Sobradinho e Varjão, além da área central de Brasília. O conhecimento de pontos de turismo cívico será feito por meio de gincanas.

O comodoro da Associação de Escoteiros do Mar, Ulysses Neto, explica os objetivos da expedição. “Essa ação utiliza tecnologia social das três entidades para promover a inclusão social, o protagonismo e a cidadania dos participantes”, afirma. Para a presidenta do Instituto Berço da Cidadania, Dirce França, a expedição será uma oportunidade para que jovens se apropriem do espaço público e histórico de uma forma lúdica.

O lançamento da Expedição da Cidadania ocorre dentro das atividades do seminário Cuidando de Quem Cuida, promovido pelo Instituto Berço da Cidadania. O seminário apresenta, nesta quinta, os resultados do projeto de capacitação dos profissionais que lidam diretamente com as crianças e adolescentes em medida protetiva de acolhimento, desenvolvido ao longo do ano de 2011.

Missão Cruls
A Comissão Exploradora do Planalto Central do Brasil foi a primeira iniciativa oficial do governo brasileiro no sentido de concretizar a mudança da capital para a região central do país. Liderada pelo astrônomo Luiz Cruls, na época diretor do Observatório Astronômico do Rio de Janeiro, era formada por geográfos, médicos, botânicos, higienistas, geólogos, naturalistas e engenheiros.

A Missão Cruls, como ficou conhecida a comissão, realizou seus trabalhos de 1892 a 1894. Entre os anos de 1892 e 1893, fez a identificação da zona constitucionalmente pré-definida, demarcando uma área de 14.400 Km2, que incorporava áreas de antigas fazendas do estado Goiás, pertencentes às cidades de Planaltina e Luziânia.

Como resultado da Missão Cruls, foi criado o primeiro mapa do Brasil em que aparece no Planalto Central o “Quadrilátero Cruls”, área retangular que recebeu, oficialmente e pela primeira vez, a expressão “Distrito Federal”.

Serviço
Lançamento da Expedição da Cidadania
Data: 19 de janeiro de 2012
Local: Auditório Parla Mundi da LBV – Brasília – DF
Horário: 16h
Contato: Assessoria do Instituto Berço da Cidadania – Rafaela Ferreira – 8133.7443

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *